Meditação Quaresmal das Dores de Nossa Senhora.

 

 

Salve Maria!

Sabádo a Igreja sempre celebra a memória de Nossa Senhora, é um dia azul, da cor de seu santo manto, dia de Ofício da Imaculada, Reza bem caprichada do Terço ou Rosário,e na quaresma temos a oportunidade de meditar de modo especial as 7 dores de Nossa Senhora.

Rezemos então, pois ela nos ensina a ficar de pé, junto a cruz.

Santa Maria,

Rogai por nós!

 

Pelas  estradas da Vida

 

O caminho do encontro  com Cristo traz consigo alegres surpresas.Para desfrutá-las, caminha conosco a Virgem Maria.Com ela aprendemos a guardar todas as coisas, meditando-as no coração. Dela nos vem o exemplo de quem vê os acontecimentos e sabe ler de acordo com o plano de Deus, por ter sido aquela que mais guardou a Palavra e fez a vontade de Deus.Viver com Maria permite a cada cristão dizer cada dia de novo:

 

E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor,meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador,porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações,porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.

Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem.Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos.Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes.

Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos.Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia,conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre.( Lc 1,46-55).

De Maria, a Escritura relata sete palavras, sete alegrias e sete dores.E na linguagem bíblica, sete é o número que simboliza perfeição.Certamente,a Virgem Maria viveu muitas outras alegrias e pronunciou muitas outras palavras, e falou com Deus ou sobre Deus! Mas aquelas foram que nos foram reportadas são suficientes para que sua personalidade madura deixe em nós marcas profundas, conduzindo-nos á perfeição da caridade, medida alta da santidade a ser almejada por todos os cristãos.

A dor! Ah! Quantas vezes nos deixa abatidos sem esperanças! E as setes dores de Nossa Senhora meditadas pela Igreja especialmente durante a Quaresma, nos aproximam de Maria e de seu Filho.Em alguns lugares se celebra, culminando na sexta-feira da quinta semana da Quaresma, o “Setenário das Dores”, preparando os fiéis para percorrer com Jesus a estrada do Calvário, com a companhia da Virgem das Dores.Nós encontramos o Senhor em tantas situações e circunstâncias, mas a dor, destinada a se transformar em amor a Deus e ao próximo, carrega um segredo.Meditar sobre as dores de Nossa Senhora poderá ajudar-nos a descobri-lo mais e melhor.

 

 

“ Eu te encontrei em tantos lugares, Senhor! Senti teu  palpitar no silêncio altíssimo de uma igrejinha alpina, na penumbra do sacrário de uma catedral vazia, no respiro unânime de uma multidão que te ama e enche as arcadas de tua igreja de cantos e de amor.Eu te encontrei na alegria.

Falei contigo além do firmamento estrelado, enquanto á noite, em silêncio, voltava do trabalho para casa.Procuro-te e tantas vezes te encontro.Mas onde sempre te encontro é na dor.A dor, uma dor qualquer,é como o toque da campainha, que chama a esposa de Deus á oração.Quando surge á sombra da cruz, a alma se recolhe no tabernáculo do seu íntimo e, olvidando o tilintar da campainha, te “vê” e contigo fala.És tu que me vens visitar. Sou eu que te respondo: “ Eis-me aqui, Senhor, eu te quero, eu te quis”. E, neste encontro, minha alma não sente a própria dor, mas fica como inebriada do teu amor, repleta de ti, impregnada do teu amor, repleta de ti,impregnada de ti; eu em ti, tu em mim, para que sejamos um. Depois, reabro os olhos para a vida, para a vida menos verdadeira, divinamente aguerrida, para conduzira tua batalha.(Chiara Lubich, Meditações, São Paulo:Cidade Nova, 2005, p.73-74)

 

 

 

 

 

AS DORES DA VIRGEM MARIA

 

* Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

 

– A vida é uma viagem – via-sacra- a percorrer como discípulos atrás de Cristo.Quem não carrega a sua cruz e não me segue, não pode ser meu discípulo, diz o Senhor.Também a Virgem Maria seguiu a Jesus, como mãe e discípula.Sua trajetória foi marcada pela dor, mas como a de seu Filho, chegou á plena luz.

Seguindo as etapas do caminho da dor percorrido pela Virgem Maria, a fé e o amor nos conduzam  ás alegrias da Ressurreição.

– Senhor, olhai para nós, peregrinos nas estradas do mundo e acompanhados pela proteção da Virgem Maria.Fazei que alcancemos o pleno conhecimento de Cristo, que realiza todas as esperanças humanas.Amém.

( Texto adpatado do original do “Comitato Nazionale per I’anno Mariano”.-CEI 1987,p. 256-267.

 

PRIMEIRA ESTAÇÃO: MARIA ACOLHE NA FÉ A PROFECIA DE SIMEÃO.

JESUS, SINAL DE CONTRADIÇÃO

 

-Vê:hoje eu te coloco contra nações e reinos,para arrancar e para derrubar, para construir e para plantar”(Jr 1,10).

-Nós vos louvamos, Santa Maria

-Mãe fiel junto á cruz de vosso Filho.

 

Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe: “ Este menino será causa de queda e de reerguimento para muitos em Israel.Ele será um sinal de contradição – uma espada traspassará a tua alma!- e assim serão revelados os pensamentos de muitos corações”.

(Lc 2,34-35).

 

Oração pessoal em silêncio

-Invoquemos o Senhor, Deus de nossos pais!

-Deus de Abraão.

-Iluminai nossos corações!

-Deus de Israel.

– Iluminai nossos corações!

-Senhor do tempo.

-Iluminai nossos corações!

-Senhor de todas as nações,

-Iluminai nossos corações!

– Ó Deus, esperança de toda a humanidade, que por meio de Simeão, homem justo, anunciastes á Virgem Maria as horas de escuridão e dor,concedei-nos apergar-nos á  fé que professamos nos tempos de dúvida e de provação,Por Cristo nosso Senhor.Amém.

-Este é o tempo da paixão.

-Subimos com Ele a Jerusalém, para participar de seu mistério.

 

 

SEGUNDA ESTAÇÃO: A FUGA DA SAGRADA FAMÍLIA PARA O EGITO.

JESUS PERSEGUIDO POR HERODES.

 

 

E Deus disse: “Eu sou Deus, o Deus de teu pai. Não temas descer ao Egito, porque ali farei de ti uma grande nação.

Descerei contigo ao Egito, e eu mesmo te farei de novo subir de lá. José fechar-te-á os olhos.”(Gn 46,3-4).

-Nós vos louvamos, Santa Maria

-Mãe fiel junto á cruz de vosso Filho.

Depois de sua partida, um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse: Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito; fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo.

José levantou-se durante a noite, tomou o menino e sua mãe e partiu para o Egito.(Mt 2,13-14).

 

Oração pessoal em silêncio

– Invoquemos o Senhor, Deus poderoso e misericordioso!

-Guia do vosso povo, salvai-nos Senhor!

-Defesa dos oprimidos, salvai-nos, Senhor!

-Esperança dos exilados, salvai-nos, Senhor!

-Refúgio dos perseguidos, salvai-nos, Senhor!

– Ó Deus, que confiaste a Maria e a José a guarda do vosso Filho Único, perseguido por Herodes, concedei-nos a graça de sermos intrépidos defensores dos nossos irmãos oprimidos pela injustiça e vitimas da violência.Amém.

– E vós, Maria, continuais a chorar não por causa de Jesus.

– Mas por nós, tantas vezes jogados em estado de morte.

 

TERCEIRA ESTAÇÃO: MARIA PROCURA JESUS EM JERUSALÉM

JESUS VEIO PARA CUMPRIR A VONTADE DO PAI

 

Levantei-me para abrir ao meu amigo; a mirra escorria de minhas mãos, de meus dedos a mirra líquida sobre os trincos do ferrolho.

Abri ao meu bem-amado, mas ele já se tinha ido, já tinha desaparecido; ouvindo-o falar, eu ficava fora de mim. Procurei-o e não o encontrei; chamei-o, mas ele não respondeu.(Ct 5,5-6).

Nós vos louvamos, Santa Maria.

-Mãe fiel junto á cruz de vosso Filho.

Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem… Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos. Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele.

(Lc 2,43-45)

 

Oração pessoal em silêncio

– Invoquemos o Senhor, Deus que está próximo e escondido.

-Fonte da Sabedoria, ensinai-nos os vossos caminhos!

– Autor da Lei, ensinai-nos os vossos caminhos!

– Senhor da Aliança, ensinai-nos os vossos caminhos!

– Glória de Jerusalém, ensinai-nos os vossos caminhos!

– Pai Santo, por desígnio de sabedoria dispusestes que a Virgem Maria experimentasse a dor da perda do Filho e o reencontrasse no templo, dedicado a fazer a vossa vontade.Concedei-nos buscar Cristo com empenho e generosidade e encontrá-lo na Palavra e no mistério da Igreja.

Amém.

– Maria, sois  a mulher que ama.

– Em vós reconhecemos todas as mães que choram por filhos perdidos, filhos traídos ou filhos que foram mortos.

 

QUARTA  ESTAÇÃO: MARIA  SE ENCONTRA COM JESUS NO CAMINHO PARA O CALVÁRIO.

JESUS, HOMEM DAS DORES.

 
Em verdade, ele tomou sobre si nossas enfermidades, e carregou os nossos sofrimentos: e nós o reputávamos como um castigado, ferido por Deus e humilhado.( Is 53,4).

Nos vos louvamos, Santa Maria

– Mãe Fiel junto á cruz de vosso Filho.

 

Enquanto o conduziam, detiveram um certo Simão de Cirene, que voltava do campo, e impuseram-lhe a cruz para que a carregasse atrás de Jesus.27.Seguia-o uma grande multidão de povo e de mulheres, que batiam no peito e o lamentavam.

( Lc 23,26-27).

Oração pessoal em silêncio

– Invoquemos o Senhor, o Altissimo, que se inclina sobre as dores humanas.

– Senhor, que sempre conduzis o vosso povo, guiai-nos na estrada da vida.

– Senhor, que levantais quem está caído, guiai-nos na estrada da vida.

– Senhor, que dirigis os passos dos justos, guiai-nos na estrada da vida.

– Pai Santo, debaixo de vosso olhar amoroso, vosso Filho, servo obediente, encontrou sua Mãe  dolorosa no caminho do Calvário!Suscitai em nós o desejo sincero de seguir a Cristo, levando a nossa cruz, e ir com o amor ao encontro dos irmãos que sofrem.Amém.

– Maria, fazei que vivamos convosco a estrada da Páscoa.

– Carregando os fardos uns dos outros e chorando convosco as lágrimas do mundo!

 

 

QUINTA  ESTAÇÃO: MARIA AOS PÉS DA CRUZ DE SEU FILHO.

JESUS, O CORDEIRO ERGUIDO SOBRE A CRUZ

 

Mas aprouve ao Senhor esmagá-lo pelo sofrimento; se ele oferecer sua vida em sacrifício expiatório, terá uma posteridade duradoura, prolongará seus dias, e a vontade do Senhor será por ele realizada.(Is 53,10).

– Nós vos louvamos, Santa Maria.

– Mãe fiel junto á cruz de vosso Filho.
Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena..Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho.

Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa.( Jo 16,25-27).

 

Oração Pessoal em silêncio

– Invoquemos o Senhor, Deus da vida!

– Senhor, fonte da vida, tende piedade de nós.

–  Senhor, Deus de misericórdia, tende piedade de nós.

– Senhor, que levais á plena realização todas as profecias, tende piedade de nós.

– Ó Deus, quisestes que perto do vosso Filho, elevado na cruz, estivesse presente á sua Mãe dolorosa, fazei, que associados com ela a Paixão de Cristo, alcancemos a glória da ressurreição.Amém.

– Maria, vós ofereceste ao Pai  o vosso Filho.

– Oferecei-nos também com Ele para que nenhuma dor humana seja vivida em vão.

 

 

SEXTA  ESTAÇÃO: MARIA RECEBE EM SEUS BRAÇOS JESUS, DESCIDO DA CRUZ .

JESUS, A VITIMA DA RECONCILIAÇÃO.

 

Ficaram sentados no chão ao lado dele sete dias e sete noites, sem que nenhum lhe dirigisse a palavra, tão grande era a dor em que o viam mergulhado.(Jó 2,13).

Nós vos louvamos, Santa Maria

– Mãe fiel junto á cruz de vosso Filho.

 

À tardinha, um homem rico de Arimatéia, chamado José, que era também discípulo de Jesus.

Foi procurar Pilatos e pediu-lhe o corpo de Jesus.

Pilatos cedeu-o,José tomou o corpo, envolveu-o num lençol branco e o depositou num sepulcro novo, que tinha mandado talhar para si na rocha.

Depois rolou uma grande pedra à entrada do sepulcro e foi-se embora.Maria Madalena e a outra Maria ficaram lá, sentadas defronte do túmulo.( MT 27,57-61).

Oração Pessoal em silêncio

 

-Invoquemos o Senhor, Deus Justo e misericordioso!

– Deus de Justiça, seja feita a vossa vontade.

– Deus fiel, seja feita a vossa vontade.

– Deus de toda consolação, seja feita a vossa vontade.

– Pai misericordioso, que na hora da provação consolastes a Mãe desolada, dai-nos o Espírito de consolação, para que saibamos consolar as pessoas que vivem na solidão ou gemem na aflição.Amém.

-Ninguém profane a dor ou a morte.

– Pois não há ternura maior neste mundo do que saber chorar com os outros.

 

 

SETIMA  ESTAÇÃO: MARIA ENTREGA JESUS PARA SER SEPULTADO, AGUARDANDO A RESSURREIÇÃO.

JESUS,PRIMÍCIA DA RESSURREIÇÃO

 

Por isso, dirige-lhes o seguinte oráculo: eis o que diz o Senhor Javé: ó meu povo, vou abrir os vossos túmulos; eu vos farei sair deles para vos transportar à terra de Israel.

Sabereis então que eu é que sou o Senhor, ó meu povo, quando eu abrir os vossos túmulos e vos fizer sair deles,quando eu meter em vós o meu espírito para vos fazer voltar à vida e quando vos hei de restabelecer em vossa terra.

Sabereis então que sou eu o Senhor, que o disse e o executei – oráculo do Senhor.( Ez 37,12-14).

 

Nós vos louvamos, Santa Maria.

– Mãe Fiel junto á cruz de vosso Filho.

 

Tomaram o corpo de Jesus e envolveram-no em panos com os aromas, como os judeus costumam sepultar.

No lugar em que ele foi crucificado havia um jardim, e no jardim um sepulcro novo, em que ninguém ainda fora depositado.

Foi ali que depositaram Jesus por causa da Preparação dos judeus e da proximidade do túmulo.(Jo,40-42).
Oração Pessoal em silêncio

-Invoquemos o Senhor Deus, Pai de Cristo Ressuscitado!

– Ó Deus da criação, dai-nos o Espírito de Vida.

– Ó Deus da história, dai-nos o Espírito de Vida.

– Ó Deus da Salvação, dai-nos o Espírito de Vida.

– Ó Deus da glória, dai-nos o Espírito de Vida.

– Ó Deus, no sepulcro novo, sinal da terra virgem, pusestes a semente da nova criação.Concedei-nos a graça de sermos portadores da esperança e testemunhas da vida nova que nos foi dada no Cristo ressuscitado. Amém.

– Ó Virgem Maria, a vossa piedade é a nossa certeza de sermos sempre atendidos e alegrar-nos mesmo com lágrimas nos olhos.

 

ORAÇÃO FINAL

– Bem – aventurada sois vós, Rainha dos Mártires! Associada á Paixão de Cristo, vos tornastes nossa mãe, sinal de esperança em nossa jornada.

– Venha sobre nós, Senhor, que acompanhamos a via-sacra da Virgem Maria,a  abundância de vossos dons: a consolação e o perdão, a serenidade e a paz, a alegria e a esperança segura de participarmos da glória do Cristo Ressuscitado. Amém.

– A Virgem Santa Maria nos proteja e nos guie no caminho da vida.