Família Santuário da Vida!

Olá Queridos!

Paz e Bem!

Quero Partilhar hoje sobre uma riqueza em nossa vidas; o nosso Lar, a nossa Família!

Sabemos que nossa casa, precisa a cada dia ser transformado em um Lar Cristão.Lar e casa são diferentes.Há muitos que apenas tem a casa( estrutura física)porque o Lar está esmagado pela opressão do encardido, pelas seduções deste mundo.Nossas Famílias precisam habitar em um lar onde Jesus seja sempre o Rei e Senhor.Precisamos da Graça de Deus a guiar os casais,para que no Lar haja amor, união,oração, partilha, diálogo, perdão,amizade,colaboração, temor a Deus.

Vemos hoje uma verdadeira investida do inimigo contra as Famílias, são tantas as armadilhas, “novos conceitos” de família, lares onde se” tem tudo”, menos a presença de Deus. Amemos  nossas Famílias, salvaguardemos o Dom da Família, sejamos dentro de nossos lares apóstolos do Espírito  Santo, para para resistirmos fielmente á missão de ser Família.

Abaixo uma pequena reflexão.

Tamu Juntu!

Deus é sempre Bom!

Numa propaganda de automóvel de uma grande marca o ator, dirigindo um caminhão, diz que as vendas estavam tão aceleradas que há duas semanas ele não conseguia ver a sua mulher. E com um ar de satisfação, conclui dizendo: “tem o seu lado bom”. Ou seja, o lado bom de uma vida de muito trabalho é o fato de ficar fora de casa, distante da família. Que absurdo. Uma propaganda contra a família, uma banalização do matrimônio e um estímulo para os homens ficarem fora de casa.

Não podemos mais ser tolos e precisamos estar atentos para não entrarmos nessa onda de desvalorização da vida. Afinal, acreditar na família é defender a vida e construir o futuro da humanidade. Infelizmente o mundo tem se utilizado de todos os meios, inclusive de piadas e brincadeiras aparentemente inofensivas, para desmoralizar e destruir o matrimônio e a família. E nós que temos a graça de conhecer a verdade precisamos fazer alguma coisa. Não podemos nos omitir e fazer de conta que isto não nos atinge. Todos sofrem os efeitos da desagregação familiar. Sem dúvida nenhuma, a imensa quantidade de jovens nos presídios do nosso País, a violência crescente, o aumento do número de dependentes químicos, dentre tantos outros males, são frutos, em sua esmagadora maioria, da situação de desajuste em que se encontram muitas famílias, do grande número de órfãos de pais vivos. Precisamos proclamar em todos os lugares e em todos os momentos a beleza e a importância do matrimônio, a grandeza da família e a necessidade da fidelidade conjugal.

O mundo precisa passar por uma profunda transformação e essa transformação passa necessariamente pela família. Quanto mais famílias bem estruturadas e felizes, melhor a situação geral de uma nação. Não podemos mais brincar com coisa séria. Na Comunidade Família de Nazaré temos uma frase que é a nossa profissão de fé: “Eu acredito na família”. E aqui eu faço um apelo a todos para que rejeitem todo e qualquer tipo de brincadeira, de procedimento, de palavras, de propaganda ou qualquer outra atitude que possa dar conotação de desvalorização ou banalização do matrimônio e da família. Exorto a todos a unirem-se a nós nesse grito que o mundo todo precisa ouvir: eu acredito na família, porque acreditar na família é acreditar no plano de Deus e na sua Palavra.

Não importa como está a situação do seu casamento e da sua família. Ainda que tudo pareça estar perdido, grite: eu acredito na família, porque a Bíblia Sagrada nos garante que “a Deus nenhuma coisa é impossível” (Lc 1,37) e temos visto a realização dessa Palavra todos os dias em nossa Comunidade, através da restauração de muitas pessoas e famílias que aos olhos humanos jamais seriam capazes de serem felizes.

Certa vez o nosso querido e saudoso Papa João Paulo II disse que “a família é o santuário da vida”. Não permitamos que esse santuário da vida torne-se um inferno por conta da banalização do matrimônio, do nosso egoísmo e do nosso pecado. Unidos a Jesus Cristo e confiando nas suas promessas, na sua autoridade e no seu poder, tornemo-nos instrumentos de salvação das famílias, gritando sem medo, em toda e qualquer circunstância: Eu acredito na família!

João Bosco Gomes
Fundador e Moderador geral da
Comunidade Família de Nazaré

http://www.familiadenazare.com.br

Anúncios